segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

A Direita Que Se Precate. Não Vão Ser "Favas Contadas"!!!



Manuel Carvalho da Silva passou o testemunho da liderança da CGTP, ficando assim livre para outras iniciativas. A que me ocorre (e com certeza que não só a mim) é uma candidatura à Presidência da República em 2016. Terá todas as condições para isso, a idade, ainda relativamente jovem e em conformidade com o alto cargo, o vigor que tem mostrado ao longo da sua vida e carreira, a extrema capacidade e abertura para o diálogo aliada a uma grande firmeza de convicções, a flexibilidade sem pusilanimidade que o caracteriza e faz dele um homem íntegro, sério, responsável e coerente, respeitado até pelos adversários. Se o sectarismo e o oportunismo não se sobrepuserem e não fizerem aparecer nenhum "coelho da cartola", nem nenhum Alto Comissário "Retornado", poderá fazer o pleno do apoio da Esquerda (PCP, Bloco e PS - ou uma parte significativa, assim como assim já vai sendo hábito, e muita, muita gente sem partido, mas com vontade de real mudança).
A Direita estará desfalcada e descredibilizada, certamente não terá muitas mais alternativas senão entre um "Tristão das Damas" em fase serôdia (Santana Lopes) e o "Fugitivo" e mordomo de Bush, Blair e Aznar (José Manuel "forget about the Durão" Barroso).
Sem ser "Lula de imitação", o contexto é todo outro, Cavalho da Silva constitui uma esperança renovada para o povo português de ter em Belém uma figura marcada pela probidade e pelo sentido de Justiça, que sem nascer fidalgo, se tornou um aristocrata do Trabalho; que sabe o que é a vida, começou a trabalhar cedo, foi à Guerra Colonial, se enriqueceu intelectualmente fazendo, em idade madura, um percurso académico credível; que sempre se mostrou razoável e moderado sem ser troca-tintas e é, sem sombra de dúvida, um homem de Bom Senso e de Boa Vontade.
Carvalho da Silva à Presidência. Vamos a isso!!!!

5 comentários:

quimnar disse...

Ainda és expulso do PS. Um abraço.

imank disse...

E eu ralado...
Um abraço.

António Cabós Gonçalves disse...

Olha meu querido amigo, eu vou nessa, sem hesitar!

Um abraço

imank disse...

António: já somos dois. Mas acredito que muitos, muitos mais.

Um abraço "mermão"

Rui Panarra Curto disse...

Se há unidade necessária essa é fundamental !!! Bora lá .