quinta-feira, 5 de junho de 2008

Desenvolvimento Curricular

Os media são uma boa fonte de "ideias" que chegam a tocar e até a ultrapassar, se tal é possível, o surreal.
Ainda há dias ouvi numa rádio daquelas de referência, um conselho de um expert que propunha qualquer coisa como a criação de uma disciplina de "educação vínica".
Excelente proposta tendo em conta a política do Ministério da Educação, cada vez mais virada para actividades meramente ocupacionais; seria seguramente um caso de sucesso, não faltariam pela certa, voluntários para as "Salas de Estudo" e para as "Aulas de Substituição".

Um comentário:

Pytty disse...

CRIAR OUTRA DISCIPLINA CHAMADA "EDUCAÇÃO VÍNICA" PRA QUÊ
OS ALUNOS NÃO ESTÃO APRENDENDO NEM ESSAS QUE ESTÃO AÍ, OU POR INCOMPETÊNCIA DELES OU DOS PAIS.
MAS ACREDITO QUE SEJA DOS PROFESSORES.é MUITO MAIS CÔMODO PRA UM PROFESSOR PASSAR UM ALUNO SEM TER QUE ENSINA-O DO QUE TER A CAPACIDADE DE ENSINAR.sER PROFESSOR,NÃO É PRA QUALQUER UM NÃO.