terça-feira, 26 de maio de 2009

"O Dia Mundial da Vizinhança"





Celebra-se hoje o “Dia Mundial da Vizinhança” através de um conjunto de iniciativas em que se pretende restaurar o espírito das velhas boas relações de proximidade solidária, tão ausentes neste mundo desumanizado.
Proponho aqui e nesse âmbito, algumas actividades de fácil “implementação” e que poderão designar-se por “Desportos de Condomínio”, uns mais radicais do que outros, mas sempre na procura da “adrenalina” que as relações de vizinhança afinal nunca deixaram de proporcionar, aliás, na melhor tradição nacional.
A partir daí poderiam mesmo organizar-se uma espécie de “Jogos da Vizinhança” em que pontificariam os melhores atletas das várias modalidades.
Por exemplo em “Esgrima de Vassouras” poderiam enfrentar-se numa finalíssima as poderosas “Maluca do 5º Esquerdo” e “Badalhoca do 7º Direito”; já na simpática modalidade de “Portas na Tromba” o prélio final poderia ser entre o “Boi Lá de Cima” e o “Ranhoso Cá de Baixo”, isto se tiverem unhas para bater o “Gabiru da Cave”, esquerdino, sempre imprevisível e com um jogo deveras perigoso.
Em “Modalidades de Ar Livre, Mistas e Combinadas” poderia medir-se com rigor o peso das partículas em “Sacudir Toalhas de Mesa, Panos do Pó e Tapetes para as Varandas de Baixo” e o volume dos caudais em “Inundar Apartamentos com Lavagem de Terraços e Rega de Vasos à Mangueirada”, que privilegiam sempre os pisos superiores, mas a que pode responder-se, o que é preciso é criatividade, com “Assar Sardinhas na Varanda”; também e já no registo “Indoor”, as “Fritadas de Peixe Apoiadas por Exaustor” são determinantes.
Temos ainda os clássicos "Cuspidela Simples" e "Alvejar do Transeunte ou do Automóvel Estacionado com Beata Acesa, Maço de Cigarros Amachucado, Pastilha Elástica Mastigada ou Caroços Sortidos de Frutos Vários" e o mais sofisticado e expressivo do ponto de vista plástico, "Decorar com Manchas de Lixívia ou Detergentes a Roupa Estendida dos Vizinhos de Baixo", já para não falar no "Duche ao Passante com Água de Esfregona".
Em “Especialidades Acústicas”, sempre se poderiam enfrentar o “Baterista Louco” com o “Saxofonista Marado” e a “Donzela do Piano” na variante de “Ensaio Nocturno”, já em “Concertos”, estaria em franca vantagem aquele moço pacato que costuma passar “Iron Maiden” às três da manhã.
Na vertente de “Obras, Restauros e Bricolage” prometem interessantes refregas os duelos matinais aos fins-de-semana e feriados entre berbequins e afagadoras onde se destacam as tecnologias de ponta da Bosch e da Black and Decker ao serviço da sã competição e do fair play entre vizinhos que se adoram e por isso se obsequiam constantemente com estes e outros “mimos”.
Nos desportos com animais as medições teriam que recorrer a dispositivos com sensores muito apurados para se determinar com rigor a intensidade odorífera do “Mijo de Gato”, “Caca de Cão” e “Exibicionismo Intimidatório com Recurso a Pittbulls”, agora que a “Iguana ao Ombro” parece estar um pouco dèmodé.
Nos “Desportos Colectivos” podemos assumir o extraordinário interesse que suscitam as disputas nocturnas de “Pares Mistos com Banda Sonora” e de “Farra até Cair de Cu”, também o “Futebol de Patamar” e “Jogo aos Becos em Vão de Escada” são excelentes para os mais novos.
Para as e os seniores, mas não só, teríamos “Cusquice, Calhandrice e Má‑língua”, “Lançamento de Lixo pela Janela” e ainda "Maratona de Palheta com as Portas dos Elevadores Abertas", para as e os mais guapos e “ousados”, “Exibição de Lingerie Malandra em Estendal Colectivo”.
As Cerimónias de Abertura e de Encerramento dos Jogos poderiam estar a cargo das mais categorizadas porteiras nacionais, que estagiaram durante décadas como concierges em Paris, como a mítica D.Rosete, já para vedeta internacional convidada, sugiro a revelação do momento, Miss Susan Boyle, (tem buço para isso e excelentes dotes vocais).

10 comentários:

Jorge disse...

Brilliant!
Abraço. Jorge Morais

Dialógico disse...

Os meus Vizinhos até pagam o Condomínio!
Um abraço!
Luís Mourinha

José Borges disse...

Ah ah! Muito bem!

Eu por acaso até moro no quinto esquerdo, espero nunca vir a ver a minha sã mãezinha a vassourar a verdadeiramente badalhoca do 7º direito!

projet comenius disse...

Está o máximo!

Paulo Goucha disse...

Delicioso, Tó Zé. Muito bom. Magnífico momento de inspiração.
Obrigado. Abraço

MT disse...

Espero que essa do baterista não seja uma piada para todos aqueles que, apaixonadamente, estudam tão nobre arte

imank disse...

Obrigado Doutor.
Ainda bem que te divertiste.
Um Abraço,
Tozé

imank disse...

Quanto a bateristas, esta foi em abstracto. Mas há muitos casos concretos.
Apesar de já haver um zingarelho simulador com auscultadores, mas lá está, não tem a mesma autenticidade!

Alberto disse...

Moro num pais tropical, abençoado por Deus, mas que beleza é carnaval é carnaval... é assim mesmo á que ter inspiração , inovação e tes.... hups!
Muito bom parabéns!

Helena disse...

BOA!!!Mas, tal como acontece com os desportos tradicionais, há sempre uma ou outra modalidade inusitada. Tenho tido o privilégio de assistir às eliminatórias do "Lançamento da roupa para a corda" - cada elemento da família lança para a corda peças de roupa de vários calibres, com o objectivo de desafiar as forças da natureza, tais como a eólica e a da gravidade. É uma modalidade que se inscreve na modernidade dos produtos light, uma vez que é molaless (não usa molas).
Há vários prémios - um para a cueca que consiga permanecer na corda durante mais semanas, outro para a toalha que através do seu voo percorra uma distância maior...
Lena